A divisão do Novo Testamento

A divisão do Novo Testamento

Durante os primeiros séculos do Cristianismo, o Antigo Testamento foi considerado como a única Bíblia, sendo a base de toda a pregação evangelística na época. Devemos considerar que Cristo em nenhum momento revogou os princípios e os ensinamentos do Antigo Testamento, em sua vida Ele nos ensinou sobre o que significavam aqueles ritos nos dando uma visão mais intimista do AT.
Contudo, a crescente igreja cristã compreendia que em Jesus “as coisas velhas se passaram e eis que tudo se fazia novo” (2 Co 5.17) e dentro desta “nova realidade”, por muitas vezes os cristãos entravam em conflito por não compreenderem corretamente os ensinos de Jesus (vide o caso de 1 Co 3.4). Criando-se uma necessidade de cartas normativas, que assim como as parábolas de Cristo, pudessem transcender a história e traduzir seus ensinos para as particularidades de cada grupo de cristão.
A igreja primitiva começou a fazer uso destes 27 livros como base para seus ensinos, principalmente pela credibilidade de seus autores e conteúdo, que em sua maioria absoluta atestavam a Cristo como Filho de Deus e que nele se cumpriam as antigas profecias messiânicas do povo de Israel.
Desta feita, a Igreja compreendeu que deveria canonizar as provas do cumprimento da principal profecia divina, chamando a todas as escrituras anteriores a vinda de Cristo de Antigo Testamento e, reconhecendo a inspiração divina destes 27 livros, os chamou de Novo Testamento.
O processo de catalogação e canonização do NT durou até o século V.
Os livros do Novo Testamento foram organizados baseados em temas e autores, transmitindo a ideia de gradação, iniciada com a manifestação de Deus na terra por meio de Jesus Cristo (Evangelhos), passando pela história e consolidação do seu reino na terra (História e epístolas) até o fim dos tempos (Apocalipse).
Sua divisão temática pode ser apresentada da seguinte maneira:
– Evangelhos, divididos em:
* Evangelhos sinóticos: Mateus, Marcos e Lucas
* Evangelho de João
– História:
* Atos dos Apóstolos
– Epístolas:
* Epístolas Paulinas: Romanos, 1 e 2 Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses, 1 e 2 Timóteo, Tito, Filemom
* Epístola aos Hebreus
* Epístolas Universais: Tiago, 1 e 2 Pedro, 1, 2 e 3 João e Judas
– Escatológico: Apocalipse

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s